Quando ir em um evento corporativo vale a pena?

Quando ir em um evento corporativo vale a pena?

Todo evento corporativo tem sua importância e razão de existir. Alguns dão maior visibilidade dentro do mercado, outros são ótimos para a capacitação e há aqueles ideais para incentivar os funcionários a inovarem.


Mas alguns pontos devem ser observados para evitar uma decepção no conteúdo e até um gasto desnecessário da empresa com esses eventos. Abaixo, estão pontos importantes para a avaliação:


1) Comportamento

O gestor que acompanha uma equipe em evento deve ficar atento. Fora do ambiente normal de trabalho, fica mais evidente observar quem assume a liderança, quem tem iniciativa e quem se interessa pelo conteúdo. Fazer essa avaliação é fundamental para adequar cargos e motivações dentro da empresa.


2) Incentivo

Escolher quem deve comparecer a um evento é mais importante do que parece. Nem sempre o supervisor ou diretor merece prioridade. É preciso verificar quais profissionais seriam os mais beneficiados com a capacitação oferecida ou quais saberiam expor melhor a empresa para o mercado.


3) Formato

Verifique se o evento é mais expositivo ou se estimula a interatividade entre os participantes. Alguns palestrantes permitem a transmissão por streaming, o que permite quem ficou na empresa acompanhar parte do conteúdo oferecido.


4) Networking

É fundamental analisar, dentro da programação oferecida, se há oportunidades para promover o networking. Buscar novos contatos rende futuros clientes e um evento de mercado precisa reservar espaço para isso.


5) Distribuição

Após o evento, quem participou diretamente deve repercutir o que foi aprendido para a equipe que ficou no escritório. Uma das formas de se fazer isso é com apresentações, adaptadas com exemplos da própria empresa.


6) Custo

O valor de um evento é relativo ao ganho (em clientes, publicidade ou capacitação) que a empresa terá ao investir nos funcionários. Normalmente, essa conta vale mais a pena para a empresa, mas isso não quer dizer que todos os eventos merecem esse financiamento. Escolha pela relevância e pelo retorno de investimentos.